quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Doralice

     No mais, é isso: não tive batistério, mas dessa vida em gastura, esse batismo de dor da nossa vida de cafundós tem-me tratado por Doralice, que eu queria Alice e nada mais.
     Minhas mãos são desertas de afago, meus seios do arrepio ao toque doutros dedos, meus lábios da quentura do beijo. Minha cova rima tanto com meus dias quanto o brilho dos meus olhos para o ranço da vida. Hão de abrir a minha cova onde estão os meus, debaixo de ramos secos; porque, na verdade, a gente recebe na cova o que é da nossa natureza de ser.
      Minto que vivo sem paixão. Tenho duas: Teté, a cabra, e ele, o homem que escavo no sonho quando à noite eu preciso, mais que água fresca, de uns braços. Aí, com ele no sonho, olho nos seus olhos verdes, e capim e esperança e tudo nos cafundós se me faz verde em folha. Mas isso passa como luz de relâmpago.
      Esse meu batismo não é coisa e coisinha como o guardar de gole de água pra mais noitinha, depois da ceia do chibé. Não, a dor tomou outro pulso: a alma se resseca e se tende a rachar que nem o chão. Aí bate o querer morrer, como eu quis. Então eu saí por aí, vazia de sentido que nem o cacto a guardar água de choro.
      Quis o meu fim, abraçada  à  Teté. Mas que  a vi a se contorcer, a berrar contra a morte, num pó em que um dia se ouviu a cantiguinha dum riacho, tomei-a nos braços e tirei de mim o pote para o dar a ela. No outro dia, é a vida, a chuva caiu e aos seus pingos eu entreguei os lábios, as mãos, os seios para que eles os tocassem, embora friamente os arrepiassem.
       No mais, é isso: eu aqui.

52 comentários:

  1. Por nada não, mas na vertente criação de um personagem tá sendo com Marcio, sem mais pra mais ninguém. olha a força de Dora! Cabe direitinho no roteiro de um filme, ou de um livro. É só pegar as outras partes do quebra-cabeça e compor o resto. Muitos parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Marina. Sua presença é muito importante para mim.

      Excluir
  2. ¡Hola! Marcio, su texto es muy hermosa, incluso retrata la difícil situación de las mujeres en la sequía, la falta de todo, el dolor de no tener las cosas y los sueños de Doralice. Beso. Stell.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias, Stella, por atender ao meu convite de leitura. Meu coração está contente, por você ter gostado de Doralice.

      Excluir
  3. Marcelo Horta Mariano
    marcou com +1 DORALICE
    Muito bom! Texto seco. Carregado. 

    ResponderExcluir
  4. Olha que imagem mais linda e especial: "...minhas mãos são desertas de afago..." Que maravilha, a sua Doralice, Marcio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças, poetisa Ilza. Que prazer é receber seu comentário!

      Excluir
  5. Que maravilha, aplausos ! Quantas personagens Doralice tão bem costuradas em seu conto ou é em sua poesia que prende a leitura do início ao fim ? Reconhecer, parabenizar sua habilidade com as letras é o mínimo possível diante de tanta sensibilidade em criar e retratar seus personagens. Muito, muito bom mesmo. Adoro ler você. Meu abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Presença importantíssima para mim. Obrigado, poetisa Wanda.

      Excluir
  6. Aline Alves Ferreira
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  7. Dilce Nery Toledo
    Belo! Um tocante texto no sentir.

    ResponderExcluir
  8. Mario Arita,
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  9. Ariadne Cavalcante
    marcou com +1: "DORALICE

    ResponderExcluir
  10. Magnífico Márcio!
    Sem palavras para expressar o quanto é bonito o seu texto!
    A pura sensação de sentir e imaginar o toque!
    Belíssimo conto, parabéns!!
    Abração e ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Adri. Sua presença é muito importante para mim. Abraço!

      Excluir
  11. Fatima Galdino
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  12. Fabio Ceo
    marcou com +1: "DORALICE

    ResponderExcluir
  13. Márcia Kaline Azevedo
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  14. Lucia Narbot
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  15. Gabriela Junqueira Balassiano
    Comentou sobre, marcou com +1: "DORALICE"

    ResponderExcluir
  16. Pedro Diniz
    comentou, marcou com +1 DORALICE

    ResponderExcluir
  17. Dear Marcio, your text is very useful for us here in Australia, because it shows us a little of the reality of the drought in the "Nordeste" region of our beloved Brazil. I am passing this its beautiful form of writing, which poetically shows us the influence of drought in some regions of Brazil. Hug, Allan.

    ResponderExcluir
  18. Ysolda Cabral
    Adorei!!!

    ResponderExcluir
  19. Marcio Buriti traz a poesia a cada letra escolhida, poetisando palavra por palavra do texto e o ordenando em início, meio e fim, ao seu gosto e nosso deleite. Aplausos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, poeta Odir Milanez, mestre sonetista.

      Excluir
  20. Ana Santos
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  21. luzes dobem
    marcou com +1 DORALICE

    ResponderExcluir
  22. Nelma Ladeira
    marcou com +1 DORALICE

    ResponderExcluir
  23. região literária
    marcou com +1 DORALICE

    ResponderExcluir
  24. Magnólia Silva
    marcou com +1: "DORALICE"

    ResponderExcluir
  25. Sonya Azevedo
    Adorei! Como sempre excelente! Luz e paz. Bom feriado. Ab

    ResponderExcluir
  26. Você é fantástico, caro amigo!! Um dos maiores poetas que já li, e que tem o dom de encantar...Um abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Sérgio Carvalho, um dos nossos melhores Sonetistas de Minas, obrigado pela leitura e comentário.

      Excluir
  27. Lindo, Márcio!
    Encantada com a leitura.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  28. Vera Lúcia Duarte
    marcou com +1 DORALICE
    Mais um texto adorável, Márcio. Identificaria um texto seu mesmo que ele estivesse sem assinatura. Sua escrita é fantástica. Abraço.

    ResponderExcluir
  29. LIANATINS POETISA
    marcou com +1: "DORALICE" "

    ResponderExcluir
  30. Marcio um conto forte repleto de emoções, fazendo-nos sentir o vazio de uma vida ressequida, sem sonhos, sem esperanças, pois nada teve ou tudo lhe tiraram, bravos Marcio gostei muito, abraços Luconi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Márcia. Sua presença é muito importante. Obrigado.

      Excluir
  31. Liab Fragmentos,
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  32. Magda Rodríguez
    Thanks my dear have wonderful day Good time hug kiss god blessing tekecare very nice and lake 

    ResponderExcluir
  33. Jane Sorgetz
    marcou com +1

    ResponderExcluir
  34. Amigo aqui estou atrás de teus escritos, sei que nem sempre temos tempo, eu mesma fiquei um mês sem postar, não deu e às vezes a inspiração foge, falha, é a alma cansada de tanto falar e não ser ouvida.

    Desculpa meu amigo estou meio desanimada estes dias, mas respirei fundo e já postei nos blogs e quero te desejar muita paz, muito amor principalmente o fraterno que é aquele amor puro que nos alimenta realmente a alma, abraços Luconi

    ResponderExcluir
  35. Vanice Zimerman Ferreira
    marcou com +1: "DORALICE"

    ResponderExcluir
  36. Ceiça Lima
    marcou com +1 DORALICE

    ResponderExcluir
  37. Texto riquíssimo, personagem forte, completamente emoção, que transborda e corre como rio caudaloso, porque não aguenta em si, querendo encontrar o mar..Bravo, brevíssimo!!!Abraços em ti..

    ResponderExcluir
  38. Márcio, não basta ser criativo, é preciso ter talento, o que lhe sobra. Que personagem criou! É impossível ler um texto seu sem que a emoção nos abrace. Lindo!! Parabéns!

    ResponderExcluir
  39. Um texto mais que bonito peça emoção e a literatura.
    Beijo, Márcio!


    Priscila Paes

    ResponderExcluir
  40. Caro Marcio, em Doralice, sua legião de leitores têm a oportunidade não só de absorver cada vocábulo da impecável literalidade do contexto, mas também voejar em sua sublime poeticidade. É uma honra e um prazer a sua amizade. Meus efusivos parabéns e um grande e fraterno abraço.

    ResponderExcluir
  41. Samir Maia
    curtiu DORALICE

    ResponderExcluir
  42. Voejando nas entrelinhas fiquei a imaginar o quanto seria prazeroso poder absorver, em cada dia, as fábulas de Vó Maína.Parabenizo-lhe por mais esta magnífica criatividade, Marcio. Grande abraço.

    ResponderExcluir

Que bom receber seu comentário! Ele será publicado. Obrigado!