terça-feira, 19 de setembro de 2017

Química de Crônica na Venda do Zé


46 comentários:

  1. Angelica Gouveia curtiu Química de Crônica...

    ResponderExcluir
  2. Teresa Sá Carneiro Adorei, adorei.Uma arte muito especial a descrever o Belo e o Amor de jeito simples, ímpar... Parabéns, Márcio. Dia feliz pra vc. Bjos

    ResponderExcluir
  3. Muito legal, Márcio. Gosto mais de vir ao seu blog. Sempre as filosofias do boteco, pelo que ouço dizer, e a sua ficou em alta classe. Gostei muito do que cutuca o moço à Maína. Bonito. Beijos de Lud Lima

    ResponderExcluir
  4. Crônica com fundamentos, Marcio. Ótimo. Parabéns!

    Gilberto Marques

    ResponderExcluir
  5. obrigado, através de você a Caládia tem memoria.

    Jota Dias

    ResponderExcluir
  6. João Nunes Ventura curtiu Química de Crônica

    ResponderExcluir
  7. É assim a descontração. Não contava com essa beleza de final, o que cutuca o moço sobre a muher amada. Beleza!

    Rafael Neto

    ResponderExcluir
  8. Sensacional, Márcio!

    Wesley Fernandes

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o texto, Márcio. Manda outro... Beijo, linnndo.

    Luciana Fer

    ResponderExcluir
  10. Sempre uma boa escrita por aqui. bravo, Buriti!

    Paulo Roberto Júnior

    ResponderExcluir
  11. Linda crônica, dentro do figurino, e o final exuberante. Até vejo o personagem olhando para o tempo, cheio de saudade da mulher. Só você, Marcio Buriti.

    Thamar de melo

    ResponderExcluir
  12. LEGALMarcio! Muito legal! Abraço,,

    Éden Santos.

    ResponderExcluir
  13. Ah, Márcio, você não sabe o quanto gostei do ''causo'' em tela. Prosa poética lindíssima! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  14. Texto bom de venda, Marcio, e a saudade, hen? Abraço!

    Rodrigo Dias

    ResponderExcluir
  15. Muito bom, caro Buriti!

    Paulo Julho

    ResponderExcluir
  16. olá, amigo buriti, seu texto novo é uma beleza de ler e viver. abração, amigo.

    Quintino Barros

    ResponderExcluir
  17. Gosto muito das suas crônicas, pois viajo no tempo... que já ficou lá atrás. É muita inspiração e me encanta. Aplausos. Te desejo um belo dia, amigo Márcio Buriti. Abraços

    ResponderExcluir
  18. Texto simples e bonito! Beijo, marcio.

    Débora Costa

    ResponderExcluir
  19. Divertido, real, e deixa a gente pensar no embaraço do moço pela mulher. É amor. Beijinhos, Márcio Buriti.

    Érica Regina

    ResponderExcluir
  20. O que seria a vida sem a arte das letras. E seus textos sempre uma obra de arte. Carinho, Cida Peres.

    ResponderExcluir
  21. todos lindos, como no outro site. Li no outro o Retratinho na roseira, e agora esse encontro com amigos na venda é ótimo. Abraço, caro Buriti.

    Paulo Henrique PH

    ResponderExcluir
  22. oi, Márcio, tudo bem? que texto legal, menino. Turma boa na lembrança e me fala pra gente que é a Maína, vai, rsrsrs. Beijo, querido.

    ResponderExcluir
  23. Alô Márcio, muito obrigada pelo convite para leitura dessa maravilha de texto descontraído e fechado com um caso de amor. Beijinhos.

    ALO Ana Lucia Oliveira

    ResponderExcluir
  24. Como sempre, muito legal. Muito obrigada pela lembrança do texto, Márcio. Bonito demais...

    Solange Prado

    ResponderExcluir
  25. Escrita de primeira! Beijo, Márcio.


    Míria Matos

    ResponderExcluir
  26. uma conversa de venda que a saudade de uma mulher temperou ainda mais, no final. Sempre bons seus textos. Bjo, Márcio.

    ResponderExcluir
  27. Texto excelente. Final muito legal. Beijo, querido Marcio.

    Dani Prado

    ResponderExcluir
  28. Muito, muito bom Marcio. até!

    Leny Andrade

    ResponderExcluir
  29. Bacana demais. Aí filosofa mesmo. Abraço...

    Gilberto Oliva

    ResponderExcluir
  30. Que legal Márcio... Muito bom de ler e rico em escrita. Bjo,

    Mariana Andrade

    ResponderExcluir
  31. Buriti, autor de bonitos textos. Abraço...

    Mario Rossi

    ResponderExcluir
  32. Bem bolado, e bonito. Parabéns, Buriti.

    Rodrigo Garcia

    ResponderExcluir
  33. Bom, bom, Marcio. A venda, o boteco é assim mesmo. Bacana.

    Uelington

    ResponderExcluir
  34. Muito bem feito, retrato certo de uma vendinha e a surpresa ao final. Mais um título de categoria.

    Claudi Nery

    ResponderExcluir
  35. Vera Del Puente curtiu Química de Crônica

    ResponderExcluir
  36. Irlene Chaves curtiu Química de Crônica

    ResponderExcluir
  37. Onofre Ferreira Do Prado curtiu Química de Crônica

    ResponderExcluir
  38. João Carlos Silvério Duarte curtiu Química de Crônica

    ResponderExcluir
  39. Escreve muito, Márcio. Beijo, querido.

    Sueli Alma

    ResponderExcluir
  40. A sua arte de escrever, fica. Ela está pronta para todo tempo. Abraços, lindo Marcio.

    Paulinha Brito

    ResponderExcluir
  41. Marca de um excelente escritor. Marcio Buriti!

    Odair borges

    ResponderExcluir
  42. Um texto bacana, com cheiro forte do real e um amor que encuca o narrador. Muito bom, mesmo, Márcio. Abraço,

    Gílson Antônio

    ResponderExcluir
  43. Muito bom, Marcio, tem os seus traços na escrita. Se pensar se esconder algum dia atrás das letras, não conseguirá, kkkkkk. Beijo, lindo.

    Caroline Romão

    ResponderExcluir
  44. pequeno texto que fala muito. parabéns buriti.

    Clenio Souto

    ResponderExcluir
  45. Marcio Buriti, já estive na outra página, li coisas bonitas demais, e agora aqui, um retrato certinho de conversa de vendinha com uma espetacular saída para a lembrança de um amor. Demais!!!

    Bruno dos Santos

    ResponderExcluir
  46. Queria crônicas assim todo dia nos jornais. Bravo, Bura!

    Adriano Rosa

    ResponderExcluir

Que bom receber seu comentário! Ele será publicado. Obrigado!