quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Saiu no jornal

Passado o pé de vento que rodou
minha cabeça, ao espertar do dia
se me aportou este silêncio vasto
que me abriu um deserto à janela.

Gosto deste quieto. Eu me escuto
nele. Ele fala as mesmas palavras
da minha dor. E outro me cegaria
também  e quão bem!  de saudade dela?

— e saudade é braseiro sob cinza —.
E que outro silêncio me amarraria
também  e quão bem!  na saudade dela?

Gosto deste quieto que cala mágoa,
que cala cores, que cala os albores,
que me  desmaia de  saudade dela.

                                                                                                                    

(A gari pega e grita e grita, abrindo os braços: “Acudam, acudam! Um homem caiu da janela, no quarto”. Depois, saiu no jornal: “Além do uísque na mesinha, estes versos, em papel rasgado, eram prosopopeia gritante, na cama”).

55 comentários:

  1. Maria Alves Céo
    amou SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  2. vc voltou meu amigo, continua o de sempre,poeta ,contador de historia linda ,um bom dia com muita saude

    Silvio Oliveira De

    ResponderExcluir
  3. Que lindo


    Élida Lemes Da Silva Borges

    ResponderExcluir
  4. Estava esperando você publicar. Gostei muito, como sempre, do seu Soneto com prosa. Você é formidável, meu aluno, e não é para parar de escrever e publicar. Eu e tantas pessoas, tenho certeza, precisamos dos seus textos lindos. Quem não quiser ler, viver suas belezas, que não leia. Não para, Márcio. Conheço-te muito bem e sei que irás seguir o meu pedido. Beijo, meu aluno predileto.

    Marta Maria

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marcio, querido. A professora me falou. Não para. Eu adoro as suas publicações. E você, querido. Beijooo!

    Régia Oliveira

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que lindo Márcio... Vivi todas as imagens.... Demais, viu?


    Chris Ctba

    ResponderExcluir
  7. Sônia Iunes
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  8. Alice Pinto
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  9. Lindo Buriti!

    Sônia Iunes

    ResponderExcluir
  10. Sua escrita é genial, Márcio. Beijo, lindo.


    Andréa Coelho

    ResponderExcluir
  11. Sensacional, Marcio. 10!

    Sandra Regina

    ResponderExcluir
  12. Gisselda Pereira Borges Cassiano
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  13. João Carlos Silvério Duarte
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  14. Suave SONETO!

    Neuza Suzini

    ResponderExcluir
  15. Parabéns. .. e muito bom ouvir as suas historias

    Gisselda Pereira Borges Cassiano

    ResponderExcluir
  16. Carolina Gomes
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  17. Muito obrigada, Márcio, por me lembrar de uma coisa sua tão bonita... Sempre assim, querido... Bjooo,

    Laura Leme

    ResponderExcluir
  18. Lindo! Junta poesia com a realidade forte da saudade "dela"... Quis ser ela, rsrsrs. muito viva a sua escrita, marcio. Meu beijo, tá?

    AndresaAAA

    ResponderExcluir
  19. Tão lindo que vou compartilhar

    Vera del Puente

    ResponderExcluir
  20. Lia Barone
    amou SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  21. Preciosidade. Que imaginação para escrever, benzinho, rsrsrs...


    Helen Leme

    ResponderExcluir
  22. luiza de Marillac
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  23. Dallas Martins
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  24. É para ler e reler e reler, Marcio. às vezes a solidão fica bonita por tanto amor. Excelente texto, querido. beijo,,,

    Adri Baldória

    ResponderExcluir
  25. Márcio, que saudade danada sentimos de você. Justamente um texto falando de saudade caiu como luva no contexto. O silêncio às vezes fala mais alto. E como precisamos dele para meditar, para tomarmos consciência de nossos sentimentos. Ele é mesmo de ouro, principalmente para os poeta. Beijo grande

    ResponderExcluir
  26. Lucia Narbot
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  27. Dilce Nery Toledo
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  28. Beleza, beleza messmo.

    Eduardo Rosa

    ResponderExcluir
  29. Lu Nogfer
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  30. Emoção, poesia, realidade. Seus textos são fascinantes, Márcio. Bjo,

    Adriana Silva

    ResponderExcluir
  31. Ana Santos
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  32. Beleza, parabéns!

    Suelane Macedo

    ResponderExcluir
  33. Luciana Aguiar
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  34. Claudio Roberto
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  35. Beleza de inspiração, Márcio. Abraço,

    Nardel Prado

    ResponderExcluir
  36. Magnífico texto amigo poeta!

    Julia Viana

    ResponderExcluir
  37. Ótimo ler seus textos, Márcio. Muito obrigada. Beijoss

    Eduarda Souza

    ResponderExcluir
  38. lindo, lindo! Muito bom vir aqui. Beijo, Marcio querido.

    Rosimeire

    ResponderExcluir
  39. Demais! Já estou esperando o próximo, Marcio. Sem essa de descansar, rsrsrs. Esperando, tchau.

    Leonor Braga

    ResponderExcluir
  40. Você deixa transparecer que parece tão fácil escrever as coisas lindas da vida. Amo essa sua arte, lindo. Bjo,

    Ellen Souto

    ResponderExcluir
  41. Muito bonito o seu site. Leituras agradáveis, Marcio. Obrigada,,,


    Aline Gomes

    ResponderExcluir
  42. Maria Beatriz
    curtiu SAIU NO JORNAL

    ResponderExcluir
  43. Muito bonito, Marcio.


    Darlene

    ResponderExcluir
  44. Seus textos têm o estilo que não te confunde com mais ninguém, Márcio. Interessante essa preciosidade. Meus parabéns,

    Wellington Nunes

    ResponderExcluir
  45. Sensacional!!! Qualquer coisa que eu dissesse a mais sobre seus versos, seria redundância.
    Parabéns pelo dia do Poeta. Bjs de luz!

    Regina Bertoccelli

    ResponderExcluir
  46. Sempre emoção e literatura boa de ler... Abraço, Buriti.


    Hélio Augusto

    ResponderExcluir
  47. Excelente! Beijo e parabéns!


    Ana Clara Melina

    ResponderExcluir
  48. Oi Marcio, que beleza, menino. obrigada pelo convite. Valeu a pena, beijinho.

    Mariana Andrade

    ResponderExcluir
  49. Cada texto seu é um encanto. Muito bom vir aqui. Abraço, Marcio.


    Pabline Luíza

    ResponderExcluir
  50. A solidão para você ficou bonita. Seus textos impressionam. Muito bons. Beeeeijo,

    Anina

    ResponderExcluir
  51. Palmas para este texto-poesia que trata de uma saudade irresistível. Muito bom!

    Marlene Cristina

    ResponderExcluir
  52. Olá Márcio,
    Fiquei um bom tempo por aqui ouvindo esta deliciosa música.
    Penso que já li este seu encantador texto, mas não me achei por aqui.
    Amei, como sempre!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  53. Marcio, sua sensibilidade e criatividade sempre me encantam. E aqui está mais um de seus brilhantes textos. Faz tempo que está silencioso!!!!!
    Hoje vim lhe desejar um abençoado Natal, a lado dos que lhe são queridos, assim como um novo ano que lhes proporcione paz, tranquilidade, união, esperança... grandes alegrias. Abraço!

    ResponderExcluir
  54. E quem mais diria o mesmo exatamente deste jeito? Não, não há ninguém, com toda certeza. Parabéns pela extrema sensibilidade que colore sua alma, poeta Marcio. Abraço!

    ResponderExcluir
  55. Que lindo, Márcio! Que saudade mais inspirada, amigo! Parabéns! Abraços!

    ResponderExcluir

Que bom receber seu comentário! Ele será publicado. Obrigado!